TEST DRIVE FLEX ACADEMIA - Experimente por 7 DIAS GRÁTIS

Conheça Nossas
Modalidades

Dança do Ventre

Sobre

A dança do ventre é uma arte milenar seus movimentos na região do abdômen, mais precisamente na região do ventre, fortalecem e tonificam os músculos. Quem pratica essa modalidade aprende a cuidar e aceitar melhor o próprio corpo passa a observar que tem diversas qualidades que talvez nunca tenham sido trabalhadas antes.

Benefícios

- Proporciona maior flexibilidade ao corpo;
- Promove a reeducação postural;
- Ajuda a modelar as pernas, braços, cintura, quadris, costas e glúteos;
- Aumento da capacidade cardiorrespiratória;
- O alívio das dores no corpo e nas articulações;
- Terapia corporal e mental importante para trabalhar a autoestima;
- Terapia corporal e mental importante para trabalhar a autoestima;
- Estimula memória, agilidade mental, concentração, atenção, criatividade e percepção sensorial.

Tome Cuidado Com

- Quando não se está acostumado com atividade física, iniciantes costumam sentir dores nas costas;
- Nenhum exercício deve ser feito sem acompanhamento médico e de um especialista;
- Procurar fazer avaliação física com um profissional adequado para te indicar os exercícios específicos que seu objetivo precisa.

Quem Pode Fazer

Pela cultura, a dança do ventre é praticada sempre por mulheres. Os homens se limitam a estimular a dança feminina através de instrumentos musicais ou batendo palmas. Por ser se uma dança em que confere muita sensualidade e leveza. E há homens que procuram a dança para tentar adquirir tais trejeitos. 

Indicação

Indicado para homens e mulheres que queiram adquirir todos os benefícios dessa dança. A atividade é indicada para meninas a partir dos 12 anos, contraindicada para  gestantes até o terceiro mês, a não ser que já sejam praticantes, pessoas com problemas de coluna também não devem fazer aulas a não ser que haja aprovação médica.

Recomendações

- É muito importante prestar atenção em sua respiração, que deve ser a mais tranquila possível, sendo necessária a utilização da respiração abdominal;
- Coluna alinhada com a cabeça e os pés, ombros relaxados, queixo apontando a linha do horizonte, abdome contraído, assim as articulações serão poupadas, evitando lesões futuras;
- Os joelhos devem estar voltados para frente e relaxados, desta forma a patela (osso arredondado localizado na articulação do joelho) não é agredida, poupando a articulação do esforço e deixando a pelve mais "solta".;
- Seguir todas as orientações da professora.

Intensidade do Exercício

  • Alta
  • Média
  • Baixa

Disponível na Unidade

  • Unidade 01
  • Unidade 02

Galeria de Imagens